Manhã de quarta-feira começa com caminhada e debate sobre biodiversidade

Portal_estacao_ecologica

Por Sara Meynard
Foto: UFMG

Para além das pesquisas dos especialistas (cientistas, técnicos e pesquisadores), como a universidade poderia se por à escuta da maneira com a qual as culturas afrodescendentes e indígenas lidam com a natureza?

No Encontro Temático desta quarta-feira, a biodiversidade será discutida segundo o ponto de vista das sociedades tradicionais. Guilherme Nogara, Permacultor, Pedrina Santos, Mestre da Guarda de Massambique de Oliveira e Sílvio Siqueira, Agricultor e Mestre Candombeiro do Matição, conduzem a conversa, que acontece às 10 da manhã na Estação Ecológica.

O debate será mediado por Rosângela Tugny, professora associada do Departamento de Teoria Geral da Música da UFMG. A professora coordenou projetos no Acervo Curt Lange da UFMG e no Laboratório de etnomusicologia da UFMG, desenvolvendo pesquisas sobre as práticas musicais indígenas.

Após o bate-papo, os participantes são convidados a fazer uma trilha na Estação Ecológica, partindo do fogão à lenha construído no local.

Para Pedrina Santos, que convida todos para participar da caminhada, “a trilha é uma oportunidade de aumentar o conhecimento da flora existente, reconhecendo sua importância e identificando seus usos medicinais”.

Venha com um calçado confortável e não esqueça de trazer a água!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s